Investir em segurança é pensar como um todo.   A segurança pública vai desde a instalação de iluminação pública, para prevenir a violência, até o aumento da frota e efetivo da Guarda Municipal, assim como a integração com outros sistemas de segurança.

Principais ações visadas:

• Buscar recursos do Governo Estadual para as Polícias Civil e Militar por meio de projetos desenvolvidos e a boa articulação política;

• Reestruturar o órgão de Segurança Pública Municipal buscando implantar uma política de maior integração entre as forças de segurança;

• Realizar investimentos para o fornecimento de equipamentos de segurança individual para os guardas municipais;

• Ampliar e modernizar a Central de Monitoramento aumentando o número de câmeras, qualidade dos equipamentos e a área de abrangência no município e integrando com a região;

• Ampliar o efetivo da Guarda Municipal para intensificar o patrulhamento;

• Dar mais reconhecimento aos Guardas Municipais, revendo o plano de carreira da instituição;

• Adequar a legislação municipal à legislação federal que instituiu o Estatuto Geral das Guardas Municipais;

• Implantar bases da GM em algumas regiões onde a demanda é mais intensa;

• Implementar Programas de Integração entre a comunidade e a Guarda;

• Ampliar a área de patrulhamento da GM para contemplar todos os bairros da cidade;

• Instalar gradativamente a Ronda Preventiva em perímetro escolar - Anjos da Guarda.

• Projeto de Conscientização ao combate as drogas nas escolas;

• Ampliar o sistema de manutenção constante dos espaços da cidade;

• Criar mecanismos para a proteção da mulher;

• Promover articulação constante entre as diversas Secretarias (Meio Ambiente, Saúde, Educação e Desenvolvimento Social) que se relacionam direta e indiretamente à questão da segurança.